Gênio da matemática de apenas 6 anos receberá uma bolsa de estudos nos Estados Unidos

Charles Mathias Mbena mora em uma área rural da cidade de Morogoro, na Tanzânia. Seu vídeo resolvendo difíceis exercícios matemáticos chegou a um tanzaniano que mora nos Estados Unidos e agora a vida deste pequeno e de sua família promete mudar para sempre.

Um menino de apenas seis anos que mora em uma cidade remota na Tanzânia foi recentemente patrocinado por um homem que financiará seus estudos e ajudará sua família a gerar renda. O motivo? O pequeno viralizou na internet graças a um vídeo compartilhado por seu professor no qual sua grande habilidade para matemática foi demonstrada. O garotinho tem sido considerado um verdadeiro “gênio matemático”.
Charles Mathias Mbena (6) vive em uma das áreas mais rurais de Morogoro, uma cidade na Tanzânia, África Oriental. Ele é o filho mais novo de uma família de quatro pessoas e frequenta a escola primária há apenas dois meses. Mas aparentemente ele é um gênio da matemática.
O professor de Charles, que frequenta a Escola Primária Nyingwa, compartilhou um vídeo do menino respondendo a várias perguntas de matemática, algo que é muito fácil para ele. Assim, causou furor na internet e o caso chegou a um homem que reside nos Estados Unidos, que quis ajudar a criança, sua família e o estabelecimento educacional, que tem condições precárias.
Uma das coisas mais impressionante sobre este menino é que ele confessou, em entrevista publicada no YouTube pelo canal AyoTV, que alguém nunca havia lhe ensinado matemática antes, então pode-se concluir que ele é autodidata. No lugar onde vive, rodeado pela natureza e com o som de galinhas ao fundo, Charles disse que “Só tenho a ajuda dos meus dedos. Eu sei que tenho 10 dedos das mãos e 10 dedos dos pés, e este é o primeiro número 20 ao meu redor.
Charles também disse que sua habilidade é tanta que até seus irmãos mais velhos o procuram pedindo ajuda com números.
A internet fez seu papel e a história chegou aos ouvidos de Ernest Makulilo, um tanzaniano que mora nos Estados Unidos. Movido pelos esforços do menino e pelo estado da escola que frequenta, o homem se ofereceu para financiar a educação do garoto. “Quero que ele se mude para um internato em Morogoro, onde ele não só ganhará exposição e confiança, mas também aprimorará suas habilidades matemáticas”, disse Makulilo.

Mas não foi só, porque Ernesto, que é diretor de projetos regionais da Unbound e fundador da EBM Scholars, disse que vai iniciar um projeto de geração de renda para ajudar os pais de Charles. “Queremos ver como os pais serão financiados de uma forma ou de outra para se aventurarem na agricultura ou nos negócios e, assim, melhorar o padrão de vida dessa família”, explicou.

 

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *