África do Sul elege Miss Universo pela 3ª vez

Zozibini Tunzi é a terceira miss de seu país a vencer o concurso mundial

A sul-africana Zozibini Tunzi, 26 anos, foi eleita Miss Universo 2019. Ela superou 89 concorrentes e recebeu a coroa em cerimônia na noite deste domingo, 8, em Atlanta (EUA).

Zozibini é a primeira Miss Universo negra desde 2011, quando Leila Lopes, de Angola, levou a coroa.

O segundo lugar ficou com a miss Porto Rico, Madison Anderson, e o terceiro com a miss México, Sofia Aragon.

A brasileira Júlia Horta chegou ao top 20 da disputa, mas não avançou às finais.

Zozibini Tunzi sucedeu a filipina Catriona Gray, que venceu a competição no ano passado.

Esta é a terceira vez que uma sul-africana é eleita Miss Universo. O país já havia vencido o concurso em 2017 com Demi-Leigh Nel-Peters e em 1978 com Margaret Gardiner.

Formada em Relações Públicas. Zozibini Tunzi é ativista e discursou sobre a importância da representatividade negra durante a final do concurso.

“Cresci em um mundo em que uma mulher com a minha pele, a minha aparência e o meu cabelo não era considerada bonita. Isso acaba hoje. Quero que as crianças enxerguem o reflexo dos seus rostos no meu”, disse após vencer o concurso.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *