Cientista mexicano patenteia uma bateria com carga infinita na Rússia

Um cientista mexicano desenvolveu uma bateria “infinita” capaz de gerar eletricidade a partir de água e melanina e conseguiu patentear na Rússia.

Arturo Solís Herrera, um cientista mexicano, iniciou seus experimentos com a investigação de uma molécula que existe na pele, cabelos e revestimento da retina humana, informou a mídia local .

Ele descobriu que essa molécula, a melanina, que pode ser produzida artificialmente, quebra a molécula da água, separando oxigênio e hidrogênio, extraindo energia. Além disso, ele provou que esta molécula pode ligar hidrogênio e oxigênio, para que sejam novamente constituídos como água, liberando uma nova carga de energia. Desta forma, o ciclo pode ser repetido uma quantidade incalculável de vezes, quebrando e unindo a molécula em um processo que libera energia.

Solís Herrera chamou sua descoberta de Bat-Gen, porque funciona ao mesmo tempo como uma bateria recarregável e como um gerador de energia contínuo.

O cientista passou quatro anos procurando uma patente e finalmente a recebeu do governo russo. Esta patente reconhece a existência de ‘fotossíntese humana’. Solís Herrera acrescenta que o documento concedido atesta que a descoberta foi feita no México.

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *