ESSE É O ROSTO DE CALPEIA, UMA MULHER DO PERÍODO NEOLÍTICO

Reconstituição extremamente detalhada mostra como era a face dos restos dessa mulher encontrada em Gibraltar

Arqueólogos reconstituíram o rosto de uma mulher do período neolítico de mais de 7.500 anos. Acredita-se se tratar de um indivíduo que morreu em Gibraltar entre os 30 e os 40 anos de idade, que foi apelidada de Calpeia.

Foi possível etrair segmentos do DNA de Calpeia , o que permitiu uma análise aprofundada das origens e da cara do fóssil em vida. Com isso, depois de seis meses de trabalho, temos uma reconstituição da mulher, de prováveis origens turcas.

“Agora sabemos que ela era ela, pois vem do período neolítico de cerca de 5.400 aC”, disse o professor Clive Finlayson, do Museu Nacional de Gibraltar. “Sabemos que ela era uma mulher e que tinha feições associadas a cabelos escuros, olhos escuros.”

Por razão de uma deformação gerada pelos anos de sepultamento, foi necessária a realização de uma cópia digitalizada do crânio para a formulação do rosto reconstituído.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *