Lula gigante é encontrada em uma praia da África do Sul

Um verdadeiro gigante das profundezas foi encontrado em uma praia da África do Sul em 7 de junho. O espécime, que mede 4,19 metros de comprimento, é uma das poucas lulas gigantes já encontradas na praia.

O avistamento foi filmado pelo banhista Richard Davies, que disse ao News 24 que ele e outros tentaram rolar o enorme cefalópode de volta na água, mas não tiveram outra escolha a não ser deixar o animal morrer nas margens da Baía de Britannia depois que se mostrou muito pesado para se mover.

A lula gigante foi posteriormente levada por biólogos marinhos dos Museus Iziko, para ter mais conhecimento sobre o animal.

As lulas gigantes são animais altamente evasivos que só foram capturados em vídeos pela primeira vez em 2006 .
Vivendo a profundidades entre 300 e 1.000 metros, acredita-se que eles possam crescer até um comprimento de 20 metros, mas normalmente vivem apenas cerca de cinco anos.

Dado o tamanho desse espécime em particular, os especialistas acreditam que ele provavelmente tinha menos de dois anos e ainda tinha um caminho a percorrer antes de atingir a maturidade.

As lulas gigantes possuem oito braços cobertos por ventosas e dois tentáculos, cada um dos quais se ampliando em um grande conjunto em direção à ponta. As ventosas que revestem estes são cercados por um anel de quitina serrilhada que age como um dente.

Embora eventos de praia como este sejam extremamente raros, essa não é a primeira ocorrência desse tipo na África do Sul. Em 1992, por exemplo, uma lula gigante medindo 9,1 metros foi encontrada em Kommetjie, na Cidade do Cabo.

Como esse último espécime acabou na costa é um mistério, e os cientistas planejam investigar o assunto em um futuro próximo.

Wayne Florence, curador de invertebrados marinhos dos Museus Iziko, disse ao Daily Mail que “a causa da morte só pode ser conhecida quando dissecamos o espécime.

Fonte:
[IFLSCIENCE], [Natureza]

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *