Seu dentista pode cheirar o seu medo-e leva a erros

Alguém realmente gosta de ir ao dentista? Entre as revistas de sala de espera insípida, o gosto dessas luvas de látex, e os procedimentos às vezes dolorosas, viagens para ver o dentista pode muitas vezes produzem sentimentos intensos de ansiedade ou medo em muitas pessoas. Enquanto algumas práticas de dentista agora oferecem sedação (realmente), a maioria só tem que sofrer com ele sempre que os pedaços assustadores pouco de cálcio expulsar através de nossas gengivas precisam de algum trabalho. Acontece, porém, que todos os medos que você tem sobre os procedimentos dentários poderia realmente fazer o seu dentista realizar mais mal porque o seu dentista pode literalmente cheirar o seu medo.

"agora eu vou enfiar esta haste de metal no seu maxilar usando um martelo."

Isso é de acordo com um novo estudo científico que é certo fazer visitas do dentista muito mais aterrorizante para aqueles de nós que já temem o doc do dente. A pesquisa, publicada nos sentidos químicos do jornal, reivindica que os dentistas podem sentir os sinais químicos ansiedade-relacionados liberados pelo corpo humano o esforço e que estes odores do corpo podem conduzir dentistas cometer erros-mesmo quando estes odores são mascarados com químicos que os tornaram indetectáveis em um nível consciente.

O estudo incumbiu 24 estudantes dentais do quarto-ano com a realização de três procedimentos dentais ao cheirar a roupa impregnada com "os odores mascarados do corpo da ansiedade, odores mascarados do corpo do descanso, ou o Mascarador sozinho." Quando os estudantes dentais foram expostos ao medo-relacionado chemosignals, lá desempenho foi encontrado para ser significativamente e mensurável mais mau do que quando expor aos outros sinais. De acordo com os autores do estudo, esta é "a primeira avaliação ecológica da ansiedade humana chemosignal comunicação" e que "apesar do fato de que os odores do corpo humano pode transferir sinais relacionados com a ansiedade, o impacto de tais sinais em situações da vida real é escasso. "

Quando esta pesquisa examinou o papel destes sinais químicos especificamente em ajustes dentais, pôde indicar que os fenômenos similares podem estar atuais em quase toda a interação humana. Alguns animais como caninos são sabidos para poder "cheirar" ou detectar de outra maneira o medo nos seres humanos, conduzindo os para sentir ansioso também. Os humanos poderiam ter alguma habilidade desconhecida de cheirar medo um no outro? Foi por isso que não conseguiste a última entrevista de emprego?

Facebook Comments